Saia do perrengue
pessoa pensando em renegociação

# RENEGOCIAÇÃO

Negociar dívidas é a melhor saída para se livrar delas.
Analise profundamente a situação das cobranças e busque melhores condições para o pagamento.
renegociação é fundamental

# PORTABILIDADE

Sabia que dá para portabilizar sua dívida?
Transfira a dívida para a instituição financeira que te oferecer maiores vantagens. É seu direito.
renegociação é imprescindível

# PRIORIDADES

Você sabe qual dívida deve pagar primeiro?
Ao negociar dívidas, priorize as mais caras. Quanto maior a dívida, maiores as taxas e os juros.

Como negociar dívidas, na prática? Vem, que a gente te explica.

Estar endividado é super chato, você sabe. Torna tudo mais difícil, desde as pequenas compras parceladas até a abertura de empresas ou financiamento da casa própria. Sendo assim, ao surgir a oportunidade de eliminar este empecilho da sua vida, aproveite na hora! Entretanto, algumas atitudes são necessárias para conseguir superar este problema.
Quer saber quais?

homem sem dinheiro querendo fazer renegociação

Em primeiro lugar, faça uma análise profunda das suas dívidas. Saiba a origem delas, os motivos que te levaram ao endividamento, entenda as taxas de juros cobradas, releia os contratos, ou seja, faça um levantamento total. A partir daí, ajuste as prioridades: compare o custo de cada dívida e se planeje para pagar as que forem mais caras, antes das demais.
Mas como fazer para pagar?
O segredo é planejamento e renegociação .
O planejamento é importante porque através dele será traçada a melhor estratégia para alcançar seu equilíbrio financeiro. Lembre-se de estabelecer metas realistas que possam ser cumpridas, dentro das suas possibilidades. Isso quer dizer que não adianta nada cortar todas as despesas da sua vida, radicalmente. Mais vale entender quais gastos podem ser sacrificados, sem prejudicar muito a sua qualidade de vida.
Contudo, é inútil eliminar os gastos mas continuar lidando com juros caros ou até abusivos, sobre as cobranças. É fundamental partir para a renegociação. Ao firmar acordos de pagamentos, tanto você quanto os seus credores serão beneficiados.

é simples negociar dívidas

Desta forma, prepare-se com os melhores argumentos na hora de negociar dívidas:


Juros abusivos

Compare a taxa de juros cobrada com a média registrada, no Banco Central, dentro do período. A cobrança de juros abusivos é ilegal e você pode exigir a redução junto a entidade credora.


Renegociação

Para os a maioria das empresas, vale a pena abrir negociar dívidas com os devedores. Isso acontece por conta das práticas contábeis comuns atualmente. Neste contexto, dívidas com mais de 1 ano, muitas vezes, são “dadas como perdidas”. Logo, as empresas estarão abertas a considerar sua proposta de renegociação, desde que esta seja razoável.


Portabilidade

Verifique, entre as instituições financeiras, se você dispõe de ofertas de empréstimos ou de portabilidade de dívida que sejam vantajosas para você: considere se a cobrança das taxas e juros são menores e se os prazos para pagamento são extensos o suficiente. É seu direito escolher o local que te ofereça melhores condições de pagamento. Lembre-se: a portabilidade é gratuita.

Para o credor, é sempre interessante receber propostas de pagamento. Então, faça a sua oferta, dentro de um planejamento viável do seu orçamento. Desta forma, será possível ser leal ao acordo, evitando o descumprimento do mesmo.

Tudo pronto para solicitar a renegociação?

dinheiro

PRIORIZE AS MAIORES DÍVIDAS

Se houver mais de uma dívida para negociar, planeje-se para pagar a mais pesada primeiro, ou seja, aquela que tiver maiores juros incidentes. Eliminando as mais caras, torna-se mais fácil negociar dívidas mais baratas.

Carro

AJUSTE AS SUAS DESPESAS

Aprenda a controlar seus gastos para não precisar ficar devendo novamente. Evite as despesas desnecessárias e o desperdício.

Mensagem

CUIDADO COM AS LISTAS DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO.

Na maioria dos casos de renegociação, a instituição credora “esquece” de solicitar a exclusão do nome do devedor das listas dos órgãos de proteção ao crédito. O consumidor tem direito de exigir a exclusão, assim que os débitos forem liquidados. Solicite o certificado de pagamento total para provar a quitação da dívida.

Limpar seu nome é o início do caminho rumo à ESTABILIDADE FINANCEIRA e realização dos seus maiores planos de vida. Por isso é importante procurar intuições sérias e seguras, na hora da renegociação.

phone

PERGUNTAS FREQUENTES

Como funciona o processo de renegociação?

Funciona assim: um cliente devedor oferece um acordo para quitação da dívida, junto aos credores, mediante desconto na cobrança.

Os bancos e as empresas costumam aceitar a renegociação de dívidas dos clientes?

Sim! É uma solução vantajosa para ambos os lados. Na maioria dos casos, dívidas mais antigas que 1 ano, são consideradas prejuízo, “dadas como perdidas”. Sendo assim, as empresas quase sempre se interessam quando o cliente apresenta propostas de pagamento, desde que seja razoável. O perfil do cliente também é levado em conta.

É possível fazer renegociação de dívida negativada?

Com certeza! Mas é importante acompanhar a exclusão da inscrição do seu nome dos órgãos de proteção ao crédito após a quitação da dívida.

Qual é o melhor momento para negociar dívidas?

Isso é muito variável e vai depender das condições pessoais de cada um. Contudo, as oportunidades das campanhas de pagamento, tipo “limpa nome”, do SPC e SERASA, são um bom exemplo disso. Independentemente do momento, é importante pesquisar sobre as condições oferecidas no mercado.