resolver contas

Queda do Facebook e whatsapp, mas e as contas?

As redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp caíram na última terça-feira. Mas os boletos continuaram a entrar? Entenda o papel das redes e as relações com a vida das pessoas.

As redes sociais atualmente fazem parte de todas as relações do mundo atual. Hoje se faz negócios, compras e vendas tudo pelo social, é possível aprender como conseguir empréstimo. Mas será que somos dependentes realmente dessas redes?

A internet oferece um mundo de oportunidades e perigos. Podemos começar um negócio ou terminar um relacionamento só usando o Instagram, Facebook ou WhatsApp. O importante é aprendermos a nos relacionar com as redes em si e não nos tornarmos reféns dela.

Mas como fazer isso em um mundo totalmente imerso nas conexões digitais? O primeiro ponto é refletir como elas funcionam em seu dia a dia para criar um distanciamento crítico sobre seu uso.🤔 Você está conectado a rede sim, mas a rede não é a sua vida, ela deve lhe servir e não dominar.

Você acha essa discussão irrelevante? Pois saiba que já existe até nome para essa compulsão, Nomofobia. Sim, a dependência de qualquer coisa pode criar síndromes, neste caso se trata do medo irracional de estar sem o seu smartphone ou aparelhos eletrônicos no geral, como vídeo games, computador, seu liquidificador e etc.

Esse problema é especialmente importante, pois as pessoas gradativamente vão, sem perceber, parando de desempenhar papéis importantes no seu dia a dia para mergulhar ainda mais fundo nessa compulsão.

Podendo acabar perdendo o emprego, adquirindo dívidas e problemas pessoais, daí sim, isso pode nos levar a problemas maiores, depressões e etc.

Caso você já tenha sido pego por algum desses problemas, precisa daquela mãozinha para sair do sufoco e tocar a vida. Faça uma simulação de empréstimo online na SuperSim:

 

Simule um empréstimo rápido!

 

Como começar a fazer diferente e não sofrer com a Queda do WhatsApp, Facebook e Instagram

Compulsões desse tipo se alimentam do hábito, são pequenos rituais que se repetem e te levam a todo o ciclo de problemas podendo crescer ou não. Mas como diria minha velha mãezinha: Larga desse raio de telefone, moleque. Ou a chinela vai cantar!✋, digo: É melhor prevenir, do que remediar! Pois bem vamos a uma listinha de como perceber e mudar os ciclos viciosos:

  1. Ao acordar, espreguiçar-se!
  2. Não pegue seu celular, ou se precisar, apenas confira se há mensagens urgentes.
  3. Se ninguém estiver morrendo ou pegando fogo, vá para o banho ou café da manhã.
  4. Antes de pegar a primeira vez no smartphone, tablet ou ligar o computadores, liste mentalmente o que precisa fazer na parte da manhã.
  5. Nesta lista entram apenas coisas simples, como:
    • Pegar a carteira
    • Pegar as chaves
    • Como será seu trajeto
    • O tempo até condução
    • O que mais você precisa lembrar hoje
  6. Daí sim pode-se pegar o celular/computador quando já iniciar o seu dia
  7. Ao terminar seu dia, atente-se a não pegar os aparelhos sem motivo
  8. É comum recorrer aos aparelhos quando não sem tem nada para fazer, perceba os momentos e evite
  9. 2 horas antes da hora de dormir, fique totalmente offline, não pegue nenhum aparelho e mantenha a atenção nas coisas a sua volta, organize o momento de dormir, pense em como foi seu dia e como melhorá-lo
  10. O que não puder ser resolvido, deixe para depois, respire calmamente e durma com tranquilidade

Agora que você está priorizando sua saúde mental, repita esses passos diariamente, você verá boas mudanças acontecerem na sua vida, persevere que tudo irá dar certo.

Quanto as quedas do WhatsApp, Instagram e Facebook, pega essa dica da SuperSim

Mas quem disse que são só as redes sociais que caíram? Aqui na SuperSim também teve queda, mas foram nas taxas de juros.😱 Aproveite nosso cupom de desconto especial e resolva as pendências na hora.

Use o cupom: SUPERROSA ou clique no link para pedir um empréstimo com juros baixo .

A SuperSim tem a maior taxa de aprovação de pedidos de empréstimos. Duvida? Faz uma simulação agora sem compromisso:

 

Simulação de empréstimo