O momento certo de fazer empréstimos

Saber quando fazer um empréstimo é essencial para aproveitar todas as vantagens de realizar esse tipo de processo. Existem uma série de aspectos que devem ser considerados nesse momento. Fazer isso sem planejamento pode se tornar um verdadeiro pesadelo. O empréstimo pessoal é uma salvação para muitas pessoas. Mas, para você obter todos esses benefícios é fundamental ter um bom planejamento e conhecer bem as finanças. Foi pensando nisso que resolvemos elaborar este conteúdo. Nele, mostraremos os principais aspectos que devem ser considerados na hora de solicitar um empréstimo. Continue lendo!

Quais são os benefícios de um empréstimo?

Antes de falar dos principais aspectos a serem observados na hora de contrair um empréstimo mostraremos os principais benefícios que ele pode proporcionar. Continue lendo!

Quitar dívidas

Um dos benefícios que podem ser conquistado com os empréstimos é a possibilidade de quitar dívidas que estão muito caras. Geralmente, as pessoas contraem crédito com taxa de juros muito alta. Seja com bancos mais tradicionais ou, até mesmo com outras pessoas. Nesse caso, você pode substituir essa dívida cara por outra mais barata. Ou seja, com uma taxa de juros reduzida e com mais tempo para pagar. Logo, você pode reorganizar suas finanças utilizando o crédito pessoal. Além de quitar dívidas que estão prejudicando sua vida financeira, também é possível pagar contas em atraso que estão negativando o seu CPF perante os órgãos de proteção ao crédito. Existem linhas que oferecem crédito para negativados, como é o caso do empréstimo com garantia de celular.

Fazer investimentos em negócios

Outra grande vantagem de pegar um empréstimo é a possibilidade de fazer investimentos em seus negócios ou em novos empreendimentos. Abrir uma empresa demanda dinheiro e muitas vezes as pessoas deixam uma oportunidade de negócios passar pelo fato de não ter a quantia total. Às vezes, até mesmo quem tem bons empregos podem ter um sentimento forte e um desejo latente de criar o seu próprio negócio. Mas, esse sonho é ceifado logo no começo, quando a pessoa começa a entender os custos que uma empresa pode ter no início de sua existência. Com um empréstimo pessoal, o sonho de ter o próprio negócio pode estar mais próximo. Afinal, o dinheiro levantado pode ser utilizado como o cliente desejar. Diferentemente dos financiamentos, com uma destinação específica, que pode ser para a compra de um veículo, casa ou equipamentos, por exemplo.

Aproveitar oportunidade para adquirir produtos exclusivos ou com um bom preço

Outra grande vantagem é a possibilidade de adquirir produtos exclusivos ou que estão com um preço muito baixo. Não é raro encontrar lojas que fazem promoções em alguns produtos, mas algumas pessoas ficam limitadas pela falta de recursos para pegar a compra. Com um empréstimo que tenha boas taxas de juros é possível contrair o crédito, efetuar a compra e ainda sair economizando, caso tivesse adquirido o produto no preço convencional. Mas, para isso ocorrer, é preciso contar com uma instituição financeira que ofereça uma análise rápida. Discorreremos mais sobre isso em outro tópico deste conteúdo.
o que pensar na hora do empréstimo

O que considerar ao tomar empréstimos

Quais são os 5 aspectos a considerar para saber quando fazer empréstimo?

Agora, chegamos ao ponto principal deste conteúdo. Nele, mostraremos os 5 aspectos que você deve analisar para saber quando fazer um empréstimo. Continue lendo!

1. Verifique sua situação financeira atual

O primeiro aspecto a ser considerado é a sua situação financeira atual. Quem está com as contas muito desequilibradas podem ter ainda mais problemas ao contrair um empréstimo. Portanto, o primeiro e mais importante passo é arrumar a casa para receber os valores a solicitar no seu crédito. Muitas pessoas contraem empréstimos sem passar por essa etapa tão importante. Quando chega o dia do vencimento da parcela, são surpreendidos e acreditam que esse tipo de procedimento é ruim e preferem nem ouvir falar sobre ele. Contudo, isso é um grande erro. Você precisa ter em mente que o crédito pessoal é uma alternativa excepcional, contudo é preciso ter uma preparação prévia para evitar cair em problemas no futuro.

2. Analise as datas de pagamento das parcelas

Outro detalhe que muitas pessoas se esquecem na hora de solicitar um empréstimo é a data de pagamento das parcelas. Esse é um assunto que merece muito destaque. Afinal, deixar vencer uma única prestação — mesmo que seja por alguns dias — pode trazer graves consequências, prejudicando a sua gestão financeira. Isso porque, caso isso aconteça você deverá pagar juros e multa para arcar com o período de atraso. Além disso, caso demore mais dias para pagar a parcela é possível que o seu CPF seja inserido nos órgãos de proteção ao crédito, o que pode piorar ainda mais a situação. Mas, isso é muito simples de resolver. Escolha por empresas que ofereçam a possibilidade de você mesmo selecionar a melhor data de pagamento. Sim, isso é uma possibilidade para algumas instituições financeiras mais modernas e flexíveis. Portanto, não deixe de selecionar os dias de pagamento mais adequados á sua necessidade.

3. Tenha atenção ao valor da parcela e o prazo

Além de verificar a melhor data para pagamento das parcelas também é importante analisar com cautela o valor da parcela e o prazo de pagamento. Esses dois elementos devem estar perfeitamente alinhados ao planejamento, que discorreremos com mais detalhes em outro tópico deste artigo. Caso exista algum tipo de desalinhamento, toda sua gestão financeira pode ir por água abaixo. Sobre o prazo, é importante analisar se você terá condições de manter os pagamentos em dia durante todo o período de duração do contrato. Por isso, sempre considere eventuais percalços no caminho. Por exemplo, despesas não previstas, perda de fonte de renda entre outros problemas. Para não errar nessa hora vale a pena ter uma reserva de emergência com um valor mínimo para honrar algumas parcelas do empréstimo. Outra opção muito interessante é contratar o seguro oferecido pela instituição financeira. Nesse caso, o pagamento de suas parcelas é assegurado caso você tenha algum tipo de dificuldade para fazer os pagamentos.

4. Tenha a exata destinação do dinheiro levantado

Outro ponto que muitas pessoas acabam se esquecendo é quanto a destinação do valor levantado no empréstimo. Algumas pessoas contraem o crédito pelo simples desejo de ter um dinheiro, mas não sabem exatamente como utilizá-lo. Isso acontece porque o crédito pessoal tem como característica principal a possibilidade de utilizar o dinheiro como bem entender. Mas, algumas pessoas olham para isso de forma equivocada. Todo empréstimo, independentemente de exigir uma destinação ou não, deve ter um motivo para existir, mesmo que a modalidade não exija isso. Em outras palavras, significa afirmar que você precisa saber como gastará os valores. Não precisa ser uma coisa somente. Você pode utilizar o montante para pagar dívidas, investir em negócios e todos os outros itens que já mencionamos. O mais importante é saber exatamente como esse dinheiro será gasto. Sempre com a ideia em mente de que não podem existir desvios. Ou seja, todo recurso levantado será exclusivamente aplicado nos objetivos traçados antes mesmo de você procurar uma linha de crédito.

5. Utilize algum tipo de acompanhamento de pagamentos

Por fim, também é muito importante que você desenvolva alguma metodologia para acompanhar o pagamento das parcelas, bem como o seu saldo devedor. Para fazer isso, é perfeitamente possível lançar mão do papel e caneta ou utilizar uma simples planilha de Excel. Mas, se você é uma pessoa que gosta de ter mais controle sobre suas finanças também existe a possibilidade de utilizar um aplicativo ou sistema de gestão pessoal. Atualmente, existem softwares pagos e gratuitos que fazem esse trabalho. O interessante é que eles geram relatórios, gráficos de despesas, lembretes de pagamento de contas etc.. Mas, se você não quer adquirir esse tipo de sistema ainda pode realizar todo controle com o auxílio do Excel. Ele é uma ferramenta formidável e pode ajudar muito nesse processo. O que não pode acontecer é deixar de produzir seus respectivos controles de pagamento. Sem eles, você pode se perder durante o processo. Inclusive, esquecer de pagar alguma parcela e ter que arcar com os juros e multa que ocorrerão. Portanto, independentemente da forma em que ele será feito, o controle de pagamentos é algo imprescindível para quem deseja saber quando fazer empréstimo.
como pagar um empréstimo

Como pagar seus empréstimos

Como se planejar para pagar?

No último tópico, discorremos brevemente sobre o planejamento para pegar um empréstimo. Esse é um passo imprescindível para quem deseja desfrutar de todos os benefícios desse processo. Pensando nisso, nós preparamos algumas dicas para que você posa se planejar para pagar um empréstimo. Continue lendo!

Faça uma lista de gastos atuais

O primeiro passo para se planejar para pegar um empréstimo é listar todos os seus gastos. No passado, fazer esse controle de contas a serem pagas era muito desafiador. As pessoas eram obrigadas a executar isso manualmente. Mas, atualmente não há mais como pensar nesse processo sem utilizar a tecnologia. Uma simples planilha do Excel já é o suficiente para analisar suas despesas mensais. É importante que você coloque tudo. Nada pode faltar no seu controle. A partir de então, você saberá quanto do seu salário ou rendimento pode ser comprometido com o pagamento das parcelas.

Entenda para onde vai o seu dinheiro

Também é muito importante saber para onde vai o seu dinheiro. Ou seja, com quais despesas você aplica o que ganha por mês. O objetivo desse processo no planejamento é encontrar gastos que podem ser reduzidos ou, até mesmo, removidos. Ao diminuir gastos desnecessários é possível ter um montante maior no final do mês para se comprometer com o pagamento das parcelas. Além disso, também é importante entender que existem despesas que não podem ser eliminadas ou reduzidas. Por exemplo, a compra de medicamentos ou outros produtos essenciais são indiscutivelmente irreduzíveis. Logo, esse tipo de diminuição nem sequer deve ser pautada.

Priorize os pagamentos das parcelas

Por falar em parcelas, é muito importante que você priorize esse pagamento. Afinal, ao deixar atrasar algum valor você pode ter consequências graves. Entre elas, a aplicação de juros e cobrança de multa pelo atraso. Portanto, evite ao máximo esse processo. Outro ponto importante é que o vencimento dessas parcelas sem o respectivo pagamento pode acarretar a negativação perante os órgãos de proteção ao crédito, entre outros prejuízos.

Evite contrair outras dívidas antes da quitação do empréstimo

Por fim, vale a pena evitar contrair outras dívidas antes que o empréstimo seja quitado. Isso porque, todo planejamento pode ser prejudicado se você assumir outros tipos de parcelas além do valor levantado. Isso só deve ser feito se você pegar um empréstimo para quitar a outra dívida, aproveitando para reduzir a taxa de juros de um crédito anterior.

Como escolher a instituição financeira?

Por fim, você deve escolher uma instituição financeira que ofereça alguns diferenciais. Atualmente, temos diversas empresas que oferecem linhas de crédito distintas. Mas, temos algumas que podem trazer vantagens realmente interessantes. Primeiro, selecione sempre uma instituição financeira com credibilidade no mercado. E como identificar isso? Muito simples, abra o site e navegue pelas informações. O ideal é ir até o final da página para encontrar os dados do negócio, seu CNPJ e outras informações de contato. Em seguida, analise o processo de oferta de crédito. Atualmente não dá mais para ficar esperando dias por uma análise de crédito que ainda pode ser negada. Você precisa ter a resposta da sua solicitação rapidamente. De preferência, em poucos minutos. Acredite, temos empresas que aprovam e enviam o dinheiro em 30 minutos. Outro ponto importante a ser observado é a taxa de juros. Empresas de confiança já deixam claro o montante de juros cobrado no processo. Isso pode ser observado no final da página, nas informações de rodapé. Por fim, saber quando fazer um empréstimo pode ser determinante entre o sucesso da sua solicitação. Tanto para obter a aprovação do crédito, quanto para utilizar o dinheiro da melhor forma possível e, principalmente, garantir o pagamento das parcelas com tranquilidade. Gostou deste artigo? Então, simule o seu empréstimo agora mesmo e veja qual a melhor linha de crédito para o seu cenário atual.

Empréstimo pessoal online!